domingo , 21 Janeiro 2018
Home » Cidades » Porangatu » TeNpo 2017 chega ao fim valorizando os legados deixados à Porangatu

TeNpo 2017 chega ao fim valorizando os legados deixados à Porangatu

A 16ª Mostra Nacional de Teatro de Porangatu foi encerrada no domingo, dia 19, com a sensação de dever cumprido e a certeza de que mais uma vez o evento deixou frutos para o município. A programação contou com três espetáculos nacionais, oito atrações regionais, um workshop e oito oficinas temáticas, ministradas por profissionais de referência no meio teatral.

Com casa cheia, as apresentações tiveram início no dia 16. O evento que já faz parte do calendário da cidade, contou com a participação de moradores do município, mas também de cidades vizinhas, reafirmando a importância do TeNpo para a Região Norte de Goiás. A mostra vai até o domingo, dia 19, com mais dois espetáculos nacionais, oito regionais, um workshop e ainda oito oficinas temáticas.

Durante a solenidade de abertura, a coordenadora do TeNpo 2017, Dirce Vieira, falou sobre o legado que o evento tem gerado ao longo dessas 16 edições. “Temos alguns grupos de teatro de Porangatu que foram formados desde o primeiro TeNpo. Isso é muito importante para nós”, destacou. “Essa mostra também é uma oportunidade de valorizar os municípios do Norte goiano e descentralizar os eventos das cidades mais próximas à capital”, concluiu Dirce.

O prefeito de Porangatu, Pedro João Fernandes, também enfatizou a importância do surgimento e manutenção da mostra não só para o município como também para as outras cidades que integram o norte goiano. Segundo ele, o destaque que o TeNpo vem ganhando com o passar dos anos tem gerado retorno imediato para os grupos de teatro da cidade, que crescem e ganham força a partir desse incentivo anual. “Nessa semana, Porangatu é o berço da cultura de Goiás”, exclamou.

O deputado estadual Júlio Da Retífica e deputado federal Jovair Arantes, representando o governador de Goiás, Marconi Perillo, e o vice-governador, José Eliton, respectivamente, reforçaram o discurso da relevância da Mostra Nacional de Teatro de Porangatu para o município e a vocação cultural da cidade. A abertura também contou com a participação de artistas locais que discutiram violência, preconceito e outros desafios vivenciados pela mulher negra no Brasil.

Noite de risos
O humorista Gustavo Mendes, fenômeno nas redes sociais com seu personagem Presidenta Dilma, abriu a sequência de espetáculos do TeNpo 2017 com o show Atrevido. Não teve quem conseguisse sair do Teatrão sem dar boas gargalhadas com o humor irreverente e afiado do artista. Com uma apresentação dinâmica e animada, Gustavo encantou ao dançar a música Bang, hit da cantora Anitta, ao imitar artistas como Roberto Carlos, Ana Carolina e Alcione, e, é claro, ao trazer de volta a interpretação da ex-presidenta do Brasil.

Durante o show, o humorista também falou sobre a alegria de participar pela primeira vez da Mostra Nacional de Teatro de Porangatu. “Faz muito tempo que eu gostaria de estar aqui. Acho esse evento um exemplo para outras cidades brasileiras”, explicou. “É uma honra estar com vocês nessa noite. Esse vai ser o melhor show da minha carreira”, frisou Gustavo dando início a sua apresentação.

Além das piadas e histórias engraçadas que marcaram sua infância e adolescência, Gustavo Mendes também contou sobre sua experiência com a depressão. Entre um gracejo e outro, o artista deixava uma mensagem clara e objetiva: “tratem de serem felizes”!

Oficinas
Os encontros de formação do TeNpo 2017, que mobilizaram 180 participantes, entre crianças, adolescentes e adultos, também reuniram nomes de peso. A oficina Artes Circenses e Palhaçaria trouxe à Porangatu o palhaço e ator Anderson Lima, Interpretação: o ator autoral e seu corpo contou com Ribamar Ribeiro, que é ator, diretor, dramaturgo, enquanto Encenação e Direção foi ministrada por Sidnei Cruz, poeta, dramaturgo, diretor teatral e gestor cultural.

Quem passou pela oficina Danças Urbanas com foco emBreak Dance teve a oportunidade de aprender com Jerry MegaBreake, arte educador, oficineiro e professor de dança. Já Maquiagem Artística foi ministrada por Leleko Diaz, figurinista e cabeleireiro e maquiador, Jogo Dramático Infantil contou com Marques Izítio, que é diretor teatral e gestor cultural, e Teatro Educação com Felipe Sales, ator e produtor. A oficina de Circo foi oferecida pelo Grupo Teatral Limpando o Olho, que vivencia o universo circense diariamente.

Sobre Osvando Teixeira

Veja isto também

“Projeto Gibinha dá novos horizontes a jovens por meio do esporte”, diz Zé Eliton

Vice-governador apresenta equipe de vôlei MonteCristo, que disputará temporada da Superliga B, e destaca parceria ...

Prefeitura de Porangatu retira mais de 15 toneladas de lixo que abrigava focos do Aedes Aegypti

A Prefeitura de Porangatu realizou no último dia 11, a retirada de mais de 15 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *